Skip to content Skip to footer

19 e 20 de Outubro

21h00 | Duração: 75m | M6
2020

Com apenas dois LP’s editados – o independente e bem recebido “Cara d’Anjo” (2015, Gente Records) e o aclamado “Luís Severo” (2017, Cuca Monga/Sony Music) – Luís Severo era já um dos cantautores de canções mais consensuais da sua geração. Desde a edição do disco homónimo na primavera de 2017 percorreu Portugal sozinho até ao verão de 2018, no qual passou pelos principais festivais em formato banda.

Em Maio de 2019 lançou integralmente e sem qualquer aviso “O Sol Voltou”, outra vez pela Cuca Monga em parceria com a Sony Music Portugal. O terceiro disco chegou com o choque concordante entre o acústico e o electrónico, contendas conciliantes líricas e pleno de contrastes imagéticos, fazendo Luís Severo afastar-se do que já por si foi feito sem nunca perder o centro que o particulariza.

Depois de quase um ano a apresentar “O Sol Voltou” com um formato arrojadamente solitário, Luís Severo volta a reunir a banda – Diogo Rodrigues, Bernardo Álvares e Catarina Branco (que substitui Manuel Palha), dando às suas músicas uma textura mais próxima das que tão aprimoradamente produz em estúdio.

PRÓXIMOS EVENTOS

Joana Espadinha

21 de Junho
10€
Pré-Apresentação do disco “Ninguém Nos Vai Tirar o Sol”.

Afonso Pais

22 de Junho
10€
Lançamento do disco “O Que Já Importa”. Com este conjunto de canções, Afonso Pais, compositor e guitarrista Afonso Pais inaugura um novo capítulo de concretização artística, quatro anos depois da edição discográfica anterior

DIANA CASTRO – UM PÁSSARO NA MÃO. DOIS A VOAR.

28 e 29 de Junho
15€
Um concerto-conversa. Num formato intimista, Diana Castro e Luís Roquette, contam a sua história através das canções (suas e de outros autores).