Skip to content Skip to footer
1 Dj + 1 Microfone é a estreia de Pedro Coquenão (Batida) na escrita para teatro e encenação. Um espectáculo multidisplinar que cruza teatro, stand up e clubbing que resulta num irresistível convite simultâneo à festa e à reflexão.
Hugo Negrelli apresenta o seu novo álbum "A March For Hackney" no Teatro Maria Matos. 
NAPA eram Men On The Couch. Mudou apenas o nome, porque a essência e a vontade de criar música nova continua intacta.
Filipa Vieira, uma das mais talentosas e inovadoras fadistas da cena musical portuguesa, está pronta para apresentar ao vivo o seu muito aguardado disco de estreia, “Sabe Deus”.
Rodrigo Guedes de Carvalho, Daniela Onís e Ruben Alves regressam ao palco do Teatro Maria Matos, em Lisboa, com RUGE.
Milhanas começou desde nova a trilhar um caminho que teve em 2023 elevada aclamação por parte do público e da imprensa especializada.
Benjamim apresenta ao vivo AS BERLENGAS, o quarto longa duração do músico queassume a autoria de letras, música e produção de todo o álbum que, no total, conta com 20 faixas escritas, interpretadas, gravadas e produzidas pelo próprio, naquele que o músico assume ser o seu projecto mais ambicioso até à data. 
Este projeto surge como desafio proposto pela Junta de Freguesia de Alvalade com o objetivo do nosso coletivo criar um objeto artístico direcionado para a INFÂNCIA, no âmbito da celebração do 50° aniversário do 25 de Abril.
Moreno Veloso e Bem Gil sempre conviveram familiarmente, vivendo rodeados de música e pelos maiores nomes e talentos da música brasileira.
João Caetano apresenta em exclusivo no Teatro Maria Matos o seu EP “Cada Vez Mais”.
Treze anos depois, Jorge Cruz regressa aos discos em nome próprio com “Transumante”, um ciclo de canções inspiradas no imaginário rural português, na música tradicional e no encontro entre língua e paisagem.
Teresinha Landeiro quer marcar de forma vincada o seu fado. Em 2024 tem novo álbum para reforçar essa identidade própria que coloca na sua arte.
Zeca Medeiros é um músico, compositor, actor e realizador. As suas obras fazem parte da memória colectiva nacional, sendo puras referências do cinema e da televisão pública.
O comediante brasileiro Rafi Bastos apresenta-se em Portugal para um espetáculo único no Teatro Maria Matos no dia 12 de Março.
“Cara de Espelho” resulta do encontro de alguns dos nomes que marcaram a música portuguesa nos últimos anos: Deolinda, Ornatos Violeta, Gaiteiros de Lisboa, A Naifa, Humanos, entre outros.
Em 2019 dei a volta ao país numa digressão de auditórios a que chamei de "Casca de Noz". Eu, sem guião, sozinho no palco, amparado pelos meus instrumentos e pelas minhas músicas.
Patrícia Vasconcelos organiza um espectáculo onde cantará músicas do seu repertório.
O musical A MADRUGADA QUE EU ESPERAVA, leva a palco uma clássica e universal história de amor, onde os protagonistas são obrigados a enfrentar o conflito entre o que sentem e o que acreditam. 
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos para a sua segunda edição!
“Everywhen” é o título do novo disco dos Best Youth e a sua estreia em palco vai ocorrer em Janeiro de 2024. Um novo espectáculo que marca o regresso do grupo ao Teatro Maria Matos e em que Catarina Salinas e Ed Rocha Gonçalves exploram como nunca antes o seu imaginário, desta feita a partir do conceito “tempo”.
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos para a sua segunda edição!
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos para a sua segunda edição!
Depois de esgotar todas as apresentações no Teatro Meridional  e de uma curta temporada de sucesso no Teatro Maria Matos no início deste ano, PULMÃO, com Benedita Pereira e Tomás Alves, regressa com datas em extra no início de 2024. 
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos para a sua segunda edição!
Gala de Natal 2023 - 46º aniversário da Associação Musical Lisboa Cantat
"Desassossego" é o segundo trabalho da fadista Matilde Cid, que continua a apresentar temas de fado tradicional acompanhada por grandes nomes do género, e não só.
Direção: Prof. Pedro Nobre Com: Alicia Tavares, Laura García, António Roquette, Rodrigo Augusto, Diogo Guedes, Francisca González
“Natal Urbano” é uma celebração, em palco, da universalidade da música e do espírito de partilha que se sublinha em cada época natalícia.
Mimi Froes vem apresentar-nos o seu álbum de estreia “Contornos”. Editado em setembro, o mesmo abraça a ideia de que, por vezes, sofremos de uma necessidade de controlo que não subsistirá durante toda a nossa vida. Um álbum sobre a sua experiência no descontrolo e nas soluções que procura.
Filipe Melo e João Lopes Pereira recriam o universo sonoro para a emblemática obra de Chirs Marker numa sessão especial que conta também com narração de Beatriz Batarda.
De Ana Markl e Tânia Graça O podcast da Antena 3 “Voz de Cama” salta para o palco.
André Henriques tem novo álbum em 2023 e o primeiro single é já conhecido – “Os fantasmas de amanhã”. Após o sucesso de público e crítica com o álbum de estreia a solo, intitulado “Cajarana”, o compositor e interprete tem segundo capítulo no presente ano de 2023.
Cara conhecida do The Voice Portugal, Inês Marques Lucas começou a aprender piano aos 5 anos, é inseparável da guitarra desde os 10 e pelo caminho ainda explorou a flauta transversal e o bandolim.
“A Grande Fantochada” é um formato inédito, criado por um dos nossos mais originais humoristas, que recria a História de Portugal (e outras histórias) num espectáculo ao vivo através de marionetas - manipuladas pelo próprio Van der Ding e por Vítor D'Andrade - acompanhados pela pianista Joana Gama.
Apanhe o comboio das 9h24 com destino ao Teatro Maria Matos, e embarque numa reunião de família como nunca viu!
10 de OUTUBRO21h00 | Duração: 90m | M6 Entrada Livre
Depois do sucesso conseguido com o disco “O Coreto”, Rogério Charraz está de volta com um novo espetáculo. “Reunião de Condomínio”, escrito mais uma vez em parceria com Zé Fialho Gouveia (que assina todas as letras), é um disco em forma de prédio.
PAUS com nova forma, novo disco e novo espetáculo.
Imaginem-se escondidos num sótão. Imóveis. Silenciosos. Durante dois anos. Privados da vossa liberdade, porque lá fora reina a morte.
O Quinteto PiazzOlga celebra a longa e prolífica carreira de Olga Prats, desaparecida em 2021.
Assim sintetizamos o que se pode esperar de um concerto de Cláudia Pascoal: pujante, inovador, divertido, surpreendente, cenicamente muito forte.
A cantora Nessi Gomes regressa a Portugal para um concerto único, dia 23 de Maio no Teatro Maria de Matos, em Lisboa.
“Tinha que convidar um músico português para montar um show para um festival na França. Naquela altura não conhecia muitos porque vim e logo peguei o período da quarentena, mas tinha um músico português que não conhecia pessoalmente mas que admiro muito, e como não o conhecia consegui seu contato e tomei coragem pra ligar."
A cumplicidade entre os First Breath After Coma e Noiserv tem crescido desde que, em 2016, gravaram "Umbrae", tema do segundo disco (Drifter) dos Leirienses.
A FORÇA (O PODER) DA PALAVRA – Um Canto a José Mário Branco. “Sou português, nascido no Porto, pequeno-burguês de origem, filho de professores primários, artista de variedades, compositor popular, aprendiz de feiticeiro.” Assim se apresentava José Mário Branco.
O percurso de Jorge Cruz tem sido a história de um homem a lutar pela dignificação da canção portuguesa.
Carolina de Deus é uma cantora e compositora de 21 anos, natural de Lisboa. Autodidata no piano, deu aos 18 anos os seus primeiros passos na música no concurso televisivo La Banda, transmitido na RTP, no qual foi finalista.
O álbum “Avalanche” marca o regresso de TOMARA a.k.a Filipe C. Monteiro às edições discográficas, depois de em 2017 ter publicado “Favourite Ghost”, o seu trabalho de estreia.
Sarah McCoy regressa a Portugal para apresentar o novo disco editado no passado mês de Janeiro.
Fundado em 2008, o Afghanistan National Institute of Music (ANIMP) tem-se notabilizado por um trabalho contínuo na salvaguarda e transmissão do património musical afegão, bem como na promoção de igualdade de género, de que se destaca a orquestra Zohra, composta por 35 mulheres.
Uma nova viagem para Toni Servillo, sob o signo de Dante e do património cultural único no mundo que é a "Divina Comédia".
Junta de Freguesia de Alvalade assinala os 150 anos de Rachmaninoff com um concerto excecional. O espetáculo é de entrada livre.
Um jantar de casais, organizado por duas amigas que há muito não se veem com o propósito de conhecerem os respectivos parceiros.
Agnes Nunes é hoje um dos maiores nomes da nova geração da MPB.
Viviane é uma cantora, compositora e letrista portuguesa nascida em França que iniciou a sua carreira musical no início dos anos 90 com o grupo "Entre Aspas".
CALÍOPE é o concerto de lançamento do disco com o mesmo nome, uma celebração da mulher enquanto musa criadora, através de canções originais escritas por algumas das mais originais vozes da música portuguesa.
Daniel Cardoso dá continuidade ao seu trabalho de revisitação de grandes clássicos (iniciada com as versões de “Lagos dos Cisnes” e “Sagração da Primavera”) , à luz dos dias de hoje com esta criação inspirada em “Romeu e Julieta”.
É verdade. A Rita e o Guilherme estão de volta aos palcos.
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos no início de 2023 para quatro apresentações únicas!
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos no início de 2023 para quatro apresentações únicas!
Depois de esgotar todas as apresentações no Teatro Meridional, PULMÃO, regressa para uma curta temporada no Teatro Maria Matos, onde estará em cena, durante o mês de Fevereiro, às Quartas e Quintas a partir do dia 1 de Fevereiro. Uma história de amor. Um relance sobre o esforço de comunicação entre duas pessoas. Será insaciável a procura de consolo no outro e no mundo?
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos no início de 2023 para quatro apresentações únicas!
O “Conta-me Uma Canção” chega ao palco do Teatro Maria Matos no início de 2023 para quatro apresentações únicas!
É um pássaro? É um avião? É a estrela de Belém? Tomámos os remédios com vinho? Venham descobrir nesta incrível stravaganza de Reis.
Apesar de ser uma época de nascimento, a verdade é que o Natal mata toda a gente.
A Associação Musical Lisboa Cantat (AMLC) celebra este ano 45 anos e a festa acontece no Teatro Maria Matos com um concerto de Natal.
“Drafty Moon” é o nome do segundo disco de Bloom, o mais recente alter-ego do músico e compositor JP Simões.
Colorido, alegre, sério, profundo, divertido. Estas poderão ser algumas das palavras que descrevem o novo trabalho do cantautor Diogo Picão: “Palavras Caras”.
GASPAR é um musical para a infância, com texto original de João Cachola, banda sonora dos ZARCO, e direcção de Vicente Wallenstein, que aborda temas inerentes e fundamentais do nosso presente: a ecologia, as alterações climáticas e o impacto do Homem no planeta terra.
CHORA E DANÇA - Fado Bicha apresenta OCUPAÇÃO. É com este imperativo que as Fado Bicha convocam a memória de Valentim de Barros a habitar eternamente a música de abertura do disco OCUPAÇÃO, lançado a 3 de junho.
A primeira artista paquistanesa a vencer um Grammy regressa a Portugal a 1 de Novembro, no Teatro Maria Matos, Lisboa.
Em 2022 os Shout! comemoram 25+2 anos de carreira e trazem ao palco do Maria Matos um concerto em jeito de story telling, no qual fazem uma retrospectiva dos pontos mais marcantes da sua carreira.
As dúvidas. As incertezas. As inseguranças. A vida é um constante limbo e a descida ao inferno é certa para qualquer humorista que brinque com temas sérios.
Depois de mais de três anos afastado dos palcos e dos holofotes, o autor de "Coisa Linda" e "Amei Te Ver" chega para atuar ao vivo em Portugal numa série de concertos intimistas e exclusivos, com bilhetes limitados.
Em 2001 o Major Charles Ingram foi acusado de manipular a sua vitória no programa "Quem Quer Ser Milionário" em Inglaterra, desta acusação resultou um mediático julgamento.
O bar do Teatro Maria Matos inicia programação em Setembro. Com a reabertura do teatro, a Julho de 2020, em plena pandemia, os planos de abrir o bar e iniciar a sua programação foram um sonho adiado que vê agora as condições reunidas para ganhar forma. 
ALOK (they/them) é artista transfeminino, comediante, performer, ativista, palestrante e ícone do mundo da moda.
A parceria entre Arnaldo Antunes e Vitor Araújo começou no início de 2020, quando começaram a ensaiar O Real Ao Vivo, que viria a ser o show de lançamento do último álbum de Arnaldo, O Real Resiste.
Isto não é um espetáculo, mas é o que quer ser quando for grande. É sobre nós, para vós, desatando nós.
Os Gaiteiros de Lisboa têm fortes ligações a importante parte da história da música portuguesa tendo tocado com gente tão diversa quanto José Afonso, José Mário Branco, Sérgio Godinho, Fausto ou ainda Trovante e Sétima Legião.
A Junta de Freguesia de Alvalade promove no próximo dia 9 de maio, pelas 18H00, a cerimónia de homenagem e atribuição de Medalha da Freguesia “Os Inesquecíveis”, que terá lugar no Teatro Maria Matos.
Fernando Tordo apresenta “Abril. Cantigas de Antes e Depois” um espetáculo onde recorda os compositores e cantores que viveram os três tempos: antes, durante e depois do 25 de Abril.
Aline Frazão regressa aos palcos com o espectáculo de "Uma Música Angolana".
A “Linha do Tempo” é o mais recente álbum de originais de Fernando Cunha, nome incontornável da cena pop-rock nacional, membro fundador dos Delfins, Ar De Rock e da super-banda Resistência, que tem data de edição agendada para fevereiro de 2022.
Este espetáculo, em que Rodrigo Leão se apresenta como Rodrigo Leão cinema project, reune repertório dos três discos editados em 2020 e 2021 (O Método, Avis 2020 e A Estranha Beleza da Vida), assim como uma seleção de temas clássicos do compositor.
“Lar Doce Lar”, o espectáculo que juntou pela primeira vez em palco Joaquim Monchique e Maria Rueff, regressa para uma nova temporada no Teatro Maria Matos a partir de 7 de Abril.
The Weatherman regressa aos palcos para apresentar All Cosmologies. O novo álbum é uma ópera pop sobre como as gerações futuras irão olhar para o nosso tempo; uma viagem por um universo musical de canções pop altamente imaginativas.
Joana Almeirante é uma instrumentista musical natural de Santa Maria da Feira. O seu percurso na música começa bem cedo quando, aos 13 anos, se inicia na escola “Acorde” onde tem um primeiro contacto mais sério com a guitarra.
Ser simples é a coisa mais difícil que existe. E quase sempre também é a mais bela de todas as coisas.
Miramar II parte da vontade continuada de fazer música com o meu companheiro Frankie Chavez, da mesma forma natural e espontânea com que o fizemos no nosso disco de estreia.
O Principezinho está de volta e estará em cena no Teatro Maria Matos a partir de 12 de Março.
Elisa nasceu em 1999 na ilha da Madeira e cedo começou a cantar com apenas 7 anos. Com influências que passam por The Beatles, Ray Charles, Queen, ABBA, The Eagles, entre outros, começou a ter um interesse especial pela música das décadas de 60, 70 e 80.
Novo projecto de Inês Pupo e Gonçalo Pratas Um áudio-livro e um concerto para desconfinar e celebrar a natureza, para promover a consciência ambiental e para pensar no planeta para lá da dimensão humana.
“Ninguém Nos Vai Tirar O Sol” é o título do novo álbum de Joana Espadinha. É também o título da canção com que a Joana nos surpreendeu em Maio passado. Aliás, desde aí que nos tem vindo a desvendar os temas que compõem o disco: “Dar Resposta”; “O Príncipe e o sapo”; “Queda Prá Desgraça” ou o inigualável “Mau Feitio” têm sido nossa companhia.
Martim Vicente está de volta com um novo álbum, Coração, e sobe a palco, acompanhado pela sua banda, para nos apresentar o seu novo trabalho e sonoridade, e revisitar canções marcantes.
Salvador Sobral apresenta o seu mais recente álbum de estúdio.
Este jornal, o Última hora, mais a sua pobre, cercada e aterrorizada redação, vive o destino de todos os periódicos: uma grave crise e a aproximação do fim. A novidade mais fresca, a breaking news, a última hora será a notícia do seu fecho...
Um dos mais interessantes e sólidos projetos da nova geração da música portuguesa.
É com enorme prazer que lhe apresento o meu espetáculo de Natal em homenagem ao grande amigo Ary dos Santos.
Concerto de Natal de Alvalade.